quarta-feira, agosto 16, 2017

Consciousness versus unconsciousness...

Fotos do litoral. / Sea coast photos.

A inconsciência... é actualmente, um dos piores males da humanidade.
A inconsciência... é a ausência deliberada da consciência... por opção... conveniência... egoísmo...
A ausência de consciência, por condição... por via do desconhecimento... não é intencional, pelo que é bem mais tolerável, do que a inconsciência por opção.
A inconsciência pura, intencional, não é um reflexo da consciência. É a existência de um estado puro, que jamais terá tido como base... a consciência.
A verdadeira consciência... não se deixa subverter... nem conhece meio termo.
Ou se tem... ou não!

E a minha sugestão musical para hoje, aqui fica... Birdy - Wild Horses.
Foto de Ana Freire.

"A consciência alerta ao inconsciente que é hora de acordar.
O inconsciente, por não ter consciência alguma continua dormindo.
A consciência resolve ir dormir também, para ver se o desperta.
O inconsciente acorda e sem ter a consciência por perto, dorme.
Os dois nunca se encontram, embora morem no mesmo lugar."
(ROSA MATTOS, do blogue Contos da Rosa).

A inconsciência... é actualmente, um dos piores males da humanidade. / Unconsciousness... is at the present, one of the worst evils of mankind.
Consciência versus Inconsciência / Consciousness versus Unconsciousness

"The consciousness alerts the unconscious that it is time to wake up.
The unconscious, having no consciousness, stays sleeping.
The consciousness decides to go to sleep too, to see if he wakes you up.
The unconscious wakes up, and without having consciousness around, remains sleeping.
The two never meet, even though they live in the same place."
(ROSA MATTOS, from the blog Contos da Rosa).

Unconsciousness... is at the present, one of the worst evils of mankind.
Unconsciousness... is the deliberate absence of consciousness... by choice... convenience... selfishness...
The absence of consciousness, by condition... by ignorance... it is not intentional, so it is much more tolerable, than unconsciousness by option.
The pure, and intentional unconsciousness, it is not a reflection of consciousness. It is the existence of a pure state, which will never have had as its basis... the consciousness.
True consciousness... does not let itself to be subverted... nor does it know half term.
Or we have it... or not!

Here it stays my musical suggestion, for today... Birdy - Wild Horses. (See the link above, on this post).
Photo by Ana Freire.


domingo, agosto 13, 2017

It's you who choose the direction...

Fotos do litoral. / Sea coast photos.

A escolha... é sempre sua...
"Se quiser ir rápido, vá sozinho. Se quiser ir longe, vá acompanhado." (PROVÉRBIO AFRICANO).
Aqui fica, a minha sugestão musical de hoje... The Cars - Drive.
Foto de Ana Freire. 

"Se quiser ir rápido, vá sozinho. Se quiser ir longe, vá acompanhado."  (PROVÉRBIO AFRICANO). / "If you want to go fast, go alone. If you want to go far, go together."  (AFRICAN PROVERB).
É você que escolhe a direcção... / It's you who choose the direction...

The choice... is always yours...
"If you want to go fast, go alone. If you want to go far, go together." (AFRICAN PROVERB). 
Here it stays, my musical suggestion for today... The Cars - Drive. (See the link above, on this post).
Photo by Ana Freire.


quinta-feira, agosto 10, 2017

The infinite... is right there!...

Fotos de paisagem humanizada. / Humanized landscape photos.

Nós... nunca somos nós!...
Somos apenas a resposta que damos... perante as circunstâncias que nos surgem...
E a minha sugestão musical para hoje, aqui fica... London Grammar - Big Picture.
Foto de Jorge Gonçalves.
"Caminhar é preciso, o infinito é mesmo ali." (ANTÓNIO GOMES, do blogue... Existe Sempre Um Lugar).
Nós... nunca somos nós!... Somos apenas a resposta que damos... perante as circunstâncias que nos surgem... / We are never us!... We are the answer we give, to the circumstances which come...
O infinito... é mesmo ali!... / The infinite... is right there!...

"We must go on. After all, the infinite is right there." (ANTÓNIO GOMES, from the blog... Existe Sempre Um Lugar).
We are never us!...
We are the answer we give, to the circumstances which come...
And my musical suggestion for today, here it stays... London Grammar - Big Picture. (See the link above, on this post).
Photo by Jorge Gonçalves.


segunda-feira, agosto 07, 2017

Lisboa... a city with history...

Fotos da cidade. / City photos.

Sempre me encontro um pouco mais, quando me perco nos teus labirintos... no teu fascínio... na tua autenticidade... e diversidade...
Lisboa... uma cidade com história... de mãos dadas com o presente...
Aqui fica o link, com a minha sugestão musical de hoje... Raquel Tavares - Meu Amor de Longe.
Foto de Ana Freire.
"É da torre mais alta do meu pranto
que eu canto este meu sangue este meu povo.
Dessa torre maior em que apenas sou grande
por me cantar de novo. (...)"
(JOSÉ CARLOS ARY DOS SANTOS, 1937 - 1984, in "Fotosgrafias").

Sempre me encontro um pouco mais, quando me perco nos teus labirintos... no teu fascínio... na tua autenticidade... e diversidade... Lisboa... uma cidade com história... de mãos dadas com o presente... / I always find myself a little more, when I lose myself in your labyrinths... in your fascination... in your authenticity ... and diversity... Lisbon... a city with history... hand in hand with the present...
Lisboa... uma cidade com história... / Lisbon... a city with history...

"It is from the highest tower of my crying
That I sing this blood of mine, from my people.
From that bigger tower where I'm greater
Just to sing myself again. (...)"
(JOSÉ CARLOS ARY DOS SANTOS, 1937 - 1984, in "Fotosgrafias"; my own translation).

I always find myself a little more, when I lose myself in your labyrinths... in your fascination... in your authenticity... and diversity...
Lisbon... a city with history... hand in hand with the present...
Here it stays the link, with my musical suggestion for today... Raquel Tavares - Meu Amor de Longe. (See it above, on this post).
Photo by Ana Freire.